Tag: coronavirus

5 Dicas para melhorar seu Home Office

Home Office uma tendência que começou a ganhar força em meados dos anos 2000.

E devido ao cenário atual do mundo perante a pandemia essa tendência ganhou um numero significativos de profissionais que estão trabalhando via Home Office.

Muitos tem dificuldades para manter a atenção e a boa pratica de trabalhar em casa e para ajuda-los preparamos algumas dicas para deixar seu trabalho ainda mais produtivo.

1 – Divida seu dia por partes

Não dedique todo o seu tempo em apenas uma atividade, pode gerar cansaço e até mesmo desconcentração, a cada uma hora ou duas horas de atividade faça uma pausa de 10 minutos e logo após retorne para outras atividades.

2 – Agenda do dia

Sabemos que trabalhar via Home Office pode ter muitas distrações, verdadeira inimiga da produtividade. O ideal é dividir seu tempo através de números de horas dedicadas para cada atividade.

3 – Tire as notificações de seu celular

Isso mesmo, outro inimigo comum que pode roubar muito tempo no Home Office, lembre-se de utiliza-lo com a mesma responsabilidade quando está realizando suas atividades na empresa em que trabalha.

4 – Escolha um Local

Procure um ambiente que possa se concentrar, silencioso, iluminado e ergonômico para trabalhar.

5 – Avise seus familiares

Sim, devemos avisa-los, pois às vezes nossa família esquece que home office é estar em casa de pernas para o ar não é mesmo?

Para isso devemos informa-los sobre suas necessidades para realizar suas atividades e tarefas, se possível mantenha a porta fechadas para se concentrar melhor, Claro que tudo isso depende da situação de cada um. Quem tem filhos pequenos em casa vai precisar de uma dose extra de capacidade de adaptação.

Como a tecnologia está ajudando no combate ao Covid-19

Summit – IBM

O computador mais rápido do mundo Summit, da IBM capaz de fazer 200 quatrilhões de cálculos por segundo identificou 77 substancias químicas que podem ser usadas no combate do novo vírus (Covid-19).

Os pesquisadores do Laboratório Nacional Oak Ridge National publicaram os resultados no periódico científico ChemRxiv.

Trabalhos e pesquisas realizados pelo Summit demorou de 1 a 2 dias para chegar aos números de substâncias químicas compatíveis para o combate da doença. Computadores normais gastariam meses ou até mesmo anos para fazer a quantidade de simulações realizadas pelo Supercomputador.

Após a identificação dos 77 compostos, será feito novos cálculos de acordo com os números atuais e picos do coronavírus. Na sequência deve ocorrer testes experimentais em laboratórios por especialistas na área.

A utilização do Summit tem como foco fornecer o máximo de informações aos pesquisadores, para abrir caminhos e chegar com novas possibilidades na luta contra a epidemia do novo coronavírus.