Categoria: Uncategorized

Trabalho Remoto e a Segurança da Informação

Sabemos que no mercado profissional, algumas empresas encontram dificuldades e até mesmo escassez de encontrar profissionais qualificados.

Colaboradores que acabam tendo um custo elevado para se deslocar até o trabalho e sem mencionar também outras condições que podem causar problemas de locomoção até o local de trabalho. Em grandes cidades do país como condições climáticas, trânsito e até mesmo a falta de infraestrutura, são fatores que faz com que refletimos as vantagens do trabalho remoto.

Trabalho Remoto pode ser feito em diversas formas desde atividades realizadas na residência do colaborador, ambientes compartilhados entre profissionais, cafeterias entre outros locais públicos.

E para que a experiência do trabalho remoto não comprometa a segurança nem a continuidade das atividades de uma organização, é recomendado que empresas estabeleçam uma política e implementar medidas para proteger dados, informações acessadas, processadas ou armazenadas em locais de trabalho remoto.

Deixamos aqui algumas diretrizes e providências que convém analisar para adequar o trabalho remoto de seus colaboradores:

1 – Provisão de seguro

2 – Provisão de equipamento e comunicação apropriada, incluindo métodos para acesso seguro

3 – Segurança Física

4 – Procedimentos para cópias de segurança e continuidade de negócio

5 – Investir em segurança da Informação

Por: Lucas Salviano Zveaghintev

Afinal, o que é o Wi-Fi?

O Wi-Fi é uma tecnologia para a rede local sem fio por rádio de dispositivos baseados nos padrões IEEE 802.11.

IEEE, que significa Instituto de Engenheiros Elétricos e Eletrônicos, foi responsável por estabelecer muitos dos padrões utilizados pela tecnologia sem fio hoje. Os dispositivos que podem usar Wi-Fi incluem desktops, laptops, consoles de videogame, smartphones, tablets, smart tvs, players de áudio digital, carros e impressoras modernas.

As pessoas que queriam trazer a tecnologia sem fio para o mercado não achavam que o nome IEEE 802.11 era muito atraente, então contrataram uma empresa de consultoria de marca que selecionou o nome Wi-Fi.

Embora não seja uma abreviação, é um trocadilho com a palavra “hi-fi” ou High Fidelity, um termo associado à tecnologia de áudio de qualidade.