Autor: admin

Como a tecnologia está ajudando no combate ao Covid-19

Summit – IBM

O computador mais rápido do mundo Summit, da IBM capaz de fazer 200 quatrilhões de cálculos por segundo identificou 77 substancias químicas que podem ser usadas no combate do novo vírus (Covid-19).

Os pesquisadores do Laboratório Nacional Oak Ridge National publicaram os resultados no periódico científico ChemRxiv.

Trabalhos e pesquisas realizados pelo Summit demorou de 1 a 2 dias para chegar aos números de substâncias químicas compatíveis para o combate da doença. Computadores normais gastariam meses ou até mesmo anos para fazer a quantidade de simulações realizadas pelo Supercomputador.

Após a identificação dos 77 compostos, será feito novos cálculos de acordo com os números atuais e picos do coronavírus. Na sequência deve ocorrer testes experimentais em laboratórios por especialistas na área.

A utilização do Summit tem como foco fornecer o máximo de informações aos pesquisadores, para abrir caminhos e chegar com novas possibilidades na luta contra a epidemia do novo coronavírus.

Erros que podem comprometer a Infraestrutura de TI

Infraestrutura de TI

Sabemos que a área de TI é de extrema importância para todas empresas, porém em alguns casos profissionais e departamentos de TI podem ser passível de erros na gestão de Infraestrutura de TI.

Para lidar com a parte de “ Infra “ como costumamos chamar essa área, é necessário  experiência prática, teórica  e capacidade de inovações, em razão da mutabilidade constante do setor.

Viemos aqui para deixar algumas dicas de erros comuns que podem prejudicar a Infraestrutura de TI de sua empresa.

1 – Deixar projetos em aberto e fora de prazo

Prazo faz parte de todo processo e operação de uma empresa, não seria diferente no departamento de TI de sua empresa.

Recomendamos que gestores acompanhe de perto e tenha o conhecimento de todas tarefas que devem ser realizadas, prezando sempre pelo cumprimento das tarefas em tempo hábil. Para evitar possíveis atrasos e o não cumprimento de um dos projetos, pois sabemos que empresas podem ter demandas grandes de TI e o atraso em uma delas poderá contribuir no atraso nos demais projetos.

2 – Pouca segurança de Infraestrutura de TI

A Segurança é de extrema importância para gestores de TI, mas há casos e empresas que não dão a devida importância quando o assunto é esse.

Investir em segurança é importante e fundamental para sua Infraestrutura de TI, deixar de investir em na segurança de dados e informações sigilosas de sua empresa pode causar danos enormes a sua empresa.

3 – Deixar de acompanhar mudanças e tendências de TI

Como está diretamente relacionada à tecnologia, o mundo da TI está constantemente em evolução. Por isso, é normal que plataformas, softwares, sistemas e processos tenham de ser modificados com grande frequência.

Todo empresário sabe – ou deveria saber – da importância da TI para a eficiência da rotina de operações de seu negócio. Contudo, isso só é alcançado se os recursos corretos forem aplicados e aqueles que já estão em uso forem atualizados.

Deixar de acompanhar as modificações e atualizações da Tecnologia da Informação, pode gerar um déficit de produtividade, uma vez que processos ultrapassados tendem a ser menos eficientes e mais sujeitos a falhas e interrupções. Além disso, com a disseminação das tecnologias, há uma crescente tendência de barateamento destas.

Assim, a empresa tem à sua disposição novos recursos de TI, muitas vezes com uma redução nos custos, se comparado aos que já utiliza.

Este é mais um motivo para que a companhia faça o possível para acompanhar as mudanças da TI. Se sua empresa tem dificuldades ou problemas como esses, não fique preocupado, podemos ajudar em seus projetos, entre em contato conosco.

IoT – Internet das coisas em crescimento no Brasil

IoT – Internet das Coisas

Expansão IoT

A Internet das Coisas promete grande expansão no Brasil, e também, pode colocar nosso país em uma colocação prestigiada em criação, desenvolvimento de novas tecnologias entre outras classificações.

Seu alto crescimento vem ganhando espaço no mercado, de acordo com a McKinsey Global Institute,  suas demandas podem atingir equivalente a 11% do PIB mundial em 2025, correspondente a 11,1 Trilhões de dólares.

Como nasceu o conceito IoT e o que é IoT?

A abreviatura vem do inglês “Internet of Things“, ou internet das coisas, em português.

O termo nasceu em 1999 após Kevin Ashton, pesquisador do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), nomear um arquivo em Power Point que apresentaria à executivos da Procter & Gamble. O conceito consistia na etiquetação eletrônica dos produtos da empresa por meio de identificadores de rádio frequência (abreviado RFID, em inglês).

Em uma entrevista à Finep, o pesquisador afirmou que “o fato de que eu provavelmente fui o primeiro a dizer ‘internet das coisas’ não me dá qualquer direito para controlar como os outros usarão o termo”. Ele explica que o usou para contextualizar o encontro entre as redes de comunicações humanas (exemplificada na internet) e o mundo real das coisas.

Muitos consideram o termo IoT a conectividade com qualquer devices a internet, uma rede gigante de conexão entre dispositivos e pessoas, que possibilita compartilhar dados de acordo com cada aparelho e também sobre os ambientes em questão.

A Wine Tecnologia já dispõe de soluções e serviços relacionados a IoT, prezando sempre em garantir as melhores experiências e a tecnologia ideal para o ambiente corporativo de nossos clientes.

Fique por dentro de nossas novidades, acompanhando nosso blog e nossas redes sociais.

Novo serviço de infraestrutura é oferecido pela Wine Tecnologia

Wine Tecnologia oferece serviço de instalação de painel solar, agregado em seus serviços de Infraestrutura de TI.

A ideia foi adotada por nosso departamento de projetos após atender a necessidade de um de nossos clientes que necessitava de uma infraestrutura renovável e independente.

Visando benefícios para pequenas e médias empresas, essa nova opção de serviço garante redução de custos com energia, ganha autonomia, sustentabilidade. Além de agilizar processos de empresas que buscam selos e certificações de sustentabilidade!

No cenário atual de nosso país, onde é considerada uma das energias mais caras do mundo segundo dados e informações da (ANEEL), tributos envolvidos na energia elétrica podem chegar a 56% do valor total da conta de energia.

Outro benefício também oferecido e a facilidade e custos com a manutenção dos painéis solares, que é recomentado há cada 6 meses mantendo limpeza e analise do desempenho para prevenir falhas ou futuros problemas com os painéis.

Gostou dessa matéria?  Você pode saber mais entrando em contato conosco, através de nosso site ou nosso telefone: (11) 4379-6224.

3 Dicas para melhorar a Infraestrutura de TI da sua Empresa

Agora para o ano de 2020, o instituto de pesquisas Gartner estipula que 80% dos projetos de infraestrutura de TI das empresas ficarão ao lado das metas e redução de custos devido a uma falhas e simplificações.

Além disso, a medida em que os projetos irão efetivamente suportar novos investimentos, eles dependerão de quão bem o processo de simplificação e racionalização foi realizado.

O instituto de pesquisa Gartner, sugere que os gestores de Infraestrutura de TI sigam algumas dicas para alcançar resultados otimizados para suas organizações:

Dica 1 – Inventario

Analise seu inventário de servidores ou refaça para solucionar a proliferação aleatória dos mesmos. Algumas organizações possuem uma infraestrutura altamente ineficiente.

Dica 2 – Processos e ferramentas

Elabore ferramentas e processos de gerenciamento padrões. Quando recursos desnecessários tiverem sido removidos, será o momento para implementar uma governança que envolva toda a infraestrutura de TI, incluindo a rede.

Dica 3 – Virtualização

Normalmente, a virtualização é usada para que caibam mais tarefas em cada recurso físico e para reduzir o custo total de infraestrutura de TI. Este procedimento é um ótimo momento para identificar o workload e os processos que são bons candidatos para a automação e, com isso, aumentar ainda mais a eficiência da infraestrutura da empresa.

Devo terceirizar minhas demandas de TI?

Terceirização de TI

Sabemos que a terceirização de TI trouxe agilidade e praticidade para empresas que possuem ampla demanda de TI, e precisa manter a atenção de seus profissionais no que realmente é relevante para o crescimento da empresa.

Serviços como: Alocação de Recurso, Help Desk e Infraestrutura de TI são os mais procurados no mercado.

Na prática funciona de uma forma bem simples, quando a empresa opta em repassar seus processos pertinentes a área, ou parte dela a terceiros.

De uma forma benéfica para organizações a terceirização de TI, torna-se uma boa alternativa. Pois com ela muitas empresas podem ter os seguintes benefícios:

  • atender seus clientes internos e externos o mais rápido possível
  • atender as expectativas de reduzir custos
  • otimizar recursos na empresa
  • dar suporte para que a empresa consiga atingir os objetivos e metas

A terceirização de TI se torna uma solução para empresas privadas e públicas. A implantação da tecnologia da informação tem se tornado comum em várias empresas devido aos benefícios oferecidos.

A Wine Tecnologia oferece diversas soluções, e serviços para empresas que buscam benefícios citados nesta matéria como: Outsourcing de TI, Help Desk, Infraestrutura de TI e entre outros serviços.

Conheça todos eles com apenas um clique: https://winetecnologia.com.br/servicos/

Minha empresa precisa investir em Cibersegurança?

Soluções para Cibersegurança

Sabemos que ataques cibernéticos podem ocorrer a qualquer momento ao utilizar qualquer plataforma no mundo digital. Para isso acontecer basta efetuar logins, transferências de dados e informações através do seu celular ou computador, quando envolve seus clientes e seu patrimônio o assunto fica ainda mais sério.

A cibersegurança pode ser definida como um conjunto de medidas para proteger computadores, redes, programas e dados contra acessos não permitidos e ameaças que colocam em risco informações sigilosas que toda empresa deve ter e preservar.

Os alvos dos cibercriminosos são pequenas, médias e grandes empresas, porém a preferência deles é atacar volumes e quantidades maiores de informações e dados, empresas como Yahoo e Sony já sofreram ataques. Cada uma delas tiveram aproximadamente 77 milhões à 102 milhões de pessoas afetadas.

De acordo com o Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil (CERT) o número de ataques cibernéticos no país passou de 1 milhão em 2014 e recuou para 722 mil em 2015, mas ainda assim vem crescendo nos últimos anos.

Pensando na segurança de sua empresa ou do seu negócio nos da Wine Tecnologia trouxemos soluções de cibersegurança que poderão ajudar sua empresa, que tal saber um pouco mais dessas soluções entrando em contato com nosso time comercial através do e-mail: comercial@winetecnologia.com.br

Wine Tecnologia fecha parceria com a Blockbit

Hoje 22 de outubro, nosso Diretor Fabio Lima esteve em reunião junto com Jaqueline Araújo, Gerente de Canais Blockbit, para fechar uma parceria de representação oficial e trazer novidades em nossas soluções de Cibersegurança!

Com o surgimento da LGPD estamos buscando melhorias e inovações em nossos serviços, para atender clientes de todos os segmentos que se enquadram na Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, Lei nº 13.709/2018.

Com a nova parceria será possível alinhar-se com as ultimas tendências globais de segurança da informação como: prevenção de ataques e ameaças ( sejam eles internos ou externos, genéricos ou direcionados. ), respostas de incidentes e prever falhas.

Para saber mais fique atento em nosso site, redes sociais ou entre em contato conosco através do e-mail: comercial@winetecnologia.com.br

Você está por dentro da LGPD?

LGPD é a sigla adotada para designar a Lei Geral de Proteção de Dados (Lei nr 13.709) sancionada em 14 de agosto de 2018 e que entra em vigor a partir de agosto de 2020. 

Se você tem um negócio de qualquer porte ou pretende ter, que lida com informações do público, sejam elas específicas ou simples quanto apenas um nome, é muito importante estar por dentro.

Seja qual for o tamanho do investimento necessário, ele muito provavelmente valerá a pena, porque as multas para quem não se adequar a lei poderá chegar a R$ 50 milhões de reais.

Com a lei sancionada, as empresas passam a ter 18 meses para se adequar às novas exigências.

De forma geral, muitas organizações já possuem processos implementados para atendimento da GDPR que poderão ser adaptados para a LGPD. Por outro lado, inúmeras organizações deverão estruturar novos programas de implantação para garantir a conformidade dentro do prazo estabelecido.

O primeiro passo para adequação é realizar um mapeamento detalhado dos dados pessoais tratados e o seu ciclo de vida. Saber onde estão, como estão armazenados, quem tem acesso, se os dados são compartilhados com terceiros no Brasil ou exterior e quais riscos associados ao ciclo de vida, são algumas perguntas essenciais que todas as organizações devem responder antes estabelecer o programa de implantação.

As tecnologias também serão um dos componentes importantes para as organizações, uma vez que a nova lei traz desafios de gestão e governança de privacidade tais como: a gestão de consentimentos (e respectivas revogações), gestão das petições abertas por titulares (que, em alguns casos, devem ser respondidas imediatamente).

Funcionalidades do Data Center

Data Center na prática

Data Center é uma estrutura muito importante para que diversos serviços, para garantir a continuidade de funcionamento de sistemas que processam dados diversos.

O objetivo principal de um Data Center é garantir a disponibilidade de equipamentos que rodam sistemas cruciais para o negócio de uma organização, tal como o ERP ou CRM, garantindo assim a continuidade do negócio.

Esse tipo de ambiente é relevante para inúmeros setores da economia, desde o controle de energia elétrica e telecomunicações na esfera pública, até as iniciativas das grandes corporações.

Esses equipamentos são montados com o objetivo de processar de maneira adequada grande quantidade de informações, ininterrupta e confiavelmente, para que a organização que usufrui desse sistema não tenha desvios ou queda na operacionalidade de seus serviços.

Por conta disso, comumente esses centros de processamento de dados são alojados em compartimentos ou salões com extrema proteção, alguns dos quais trazem sistema contra incêndio, têm pisos elevados contra inundações e oferecem um fechamento contra acesso indevido de pessoal inabilitado ou não especializado. Quase sempre, os equipamentos ficam dispostos sobre racks ou armários metálicos, com monitoramento de temperatura, de forma a conservar os itens resfriados e no ambiente ótimo para funcionar.