Mês: fevereiro 2021

Por que fazer a certificação do cabeamento estruturado?

Muitos profissionais e empresas se questionam se devem ou não certificar todo o cabeamento estruturado no ambiente corporativo.

Para nós da Wine Tecnologia a resposta é (SIM), pois ela é a grande responsável pelo trafego de dados, voz, imagem e vídeos da empresa. O mau funcionamento dos cabos pode trazer baixo desempenho, falhas, gastos e problemas para a operação de TI, além de outras dores de cabeça até encontrar uma solução.

Quais são os benefícios trazidos pela certificação?

A Certificação de cabeamento estruturado garante, por exemplo, que o comprimento dos cabos e os conectores estejam em conformidade com os requisitos ideais para evitar interferências, ruídos ou outros defeitos na comunicação dos sinais de dados e voz.

Todos esses testes são imprecindiceis para garantir a qualidade, performance e padronização de cada categoria de cabeamento instalada em sua empresa.

Além de verificar a qualidade do material de cabeamento adquirido, a qualidade de mão-de-obra utilizada na instalação e a verificar a compatibilidade com as aplicações de rede pretendidas.

Quais Informações que podem ser detectadas via certificadora?

  •  PS-ELFEXT (Power Sum ELFEXT);
  •  PS-NEXT (Power Sum NEXT);
  •  PS-NEXT (Power Sum NEXT);
  •  Linha Cruzada (NEXT, Near End Crosstalk);
  • Perda de retorno e inserção (atenuação);
  • Atraso de propagação
  • Desvio de atraso de propagação (Delay Skew);

Após essas informações esperamos que tenham entendido a importância da certificação de cabos em sua empresa, caso seja necessário buscar uma empresa especialista no assunto, a Wine Tecnologia tem um time de projetos à sua disposição para ajudar a encontrar a solução.

Como adequar sua empresa à LGPD

Mais de 75% das empresas no Brasil dizem não estar preparadas para a Lei Geral de Proteção de Dados, que entrará em vigor em agosto deste ano. 

Nosso país tem um histórico negativo a respeito aos dados dos usuários, uma das nações que mais vem sofrendo com ataques cibernéticos no mundo. Segundo informações do CGI (Comitê Gestor da Internet).

Baseada nessas informações, nós da Wine Tecnologia decidimos preparar algumas dicas que poderão ajudar na implantação e na adequação à LGPD em sua empresa.

São elas:

1 – Criação de um comitê 


Importante contratar uma empresa terceira ou até mesmo preparar uma equipe dentro do ambiente tecnológico, TI e do jurídico para se encarregar desse processo e da adequação.

2 –  Processo de conscientização interna

Considerando que os responsáveis pela segurança de dados repassem informações e normas importantes criadas para que nenhuma infração seja cometida.

Para isso pode ser utilizado treinamentos e palestras internas, para conscientização de equipes e líderes.

3 – Faça um mapeamento de seus dados

Fundamental saber onde estão todos os dados armazenados, coletados e por onde todos eles passaram até chegar ao servidor da empresa. Além de aderir um policiamento constante ao acompanhar dados novos e os já existentes.

Fazendo o mapeamento certamente será mais fácil identificá-los, protegê-los.

4 – Reforçar a política de segurança da empresa 

O Responsável pelo controle ou empresas terceiras responsáveis, devem repassar 

materiais e normas de segurança para todos os colaboradores dentro da corporação. Para que todos estejam em conformidade e cientes de todos os procedimentos isso engloba todos os níveis hierárquicos dentro da empresa.

Como mostrar profissionalismo e ter etiqueta em uma videoconferência

Em um mundo cada vez mais digital e interativo dentro da internet, a necessidade de utilizar videoconferência teve um aumento considerável.

Seja para reuniões de negócios, para mensurar resultados e até mesmo para fazer aquele bate-papo com profissionais e equipes de sua empresa.

Essa aceleração veio através de uma necessidade que a pandemia trouxe para o mundo em 2020, onde muitos profissionais passaram a realizar suas tarefas via home office.

Porém na prática, às vezes muitos profissionais se esquecem de manter a postura profissional na hora da videoconferência, não é mesmo?

Separamos aqui dicas que poderão ajudar você a marcar uns pontinhos a mais na hora daquela chamada de vídeo.

1 – Vista-se como se estivesse em um dia comum no escritório da empresa

Antes da pandemia chegar à sua rotina de trabalho ao participar de reuniões importantes de negócios, eram pensadas para causar de certa forma uma boa impressão para aumentar suas chances na hora de fechar uma venda e até mesmo uma parceria, não é mesmo? 

Através de uma reunião via videoconferência não seria diferente, recomendamos que utilize trajes sociais assim como seu antigo hábito em sua rotina antiga de trabalho.

2 – Olhe para pessoa do outro lado da tela

Ao olhar para uma pessoa no momento em que você precisa entender suas dúvidas e problemas é extremamente fundamental para passar confiança, na hora de oferecer soluções, serviços, mensurar resultados entre outras informações que deseja repassar aos seus ouvintes.

3 – Ambiente e fundo da videoconferência

Escolher um ambiente agradável e silencioso na hora da vídeo chamada deve ser bem analisada, pois facilitará em questões de ruídos, iluminação entre outros fatos que possam atrapalhar na hora da sua reunião virtual.

4  – Evite Interrupções 

Como muitos profissionais passaram a trabalhar em casa, suas famílias também passaram a vivenciar essa rotina, devido aos filhos, esposas e até mesmo animais de estimação estarem presentes em seu novo ambiente de trabalho, podendo causar interrupções inesperadas.   

5- Não digite no momento da videoconferência

Até sua própria digitação gera um ruído incômodo para quem está do outro lado da tela. Caso precise anotar durante a reunião, escreva num papel ou coloque o microfone do computador no mudo.

6- Não saia sem avisar

Evite retirar-se no meio da conferência. Caso você tenha um compromisso inadiável, peça licença e saia.

Dicas para tornar o e-mail corporativo mais seguro

Qual profissional ao abrir sua caixa de e-mail corporativo não se deparou com aquele famoso link suspeito e até mesmo duvidoso enviado por um endereço de e-mail estranho.

Um grande vilão que pode comprometer dados e outras informações de sua empresa, mas afinal, como se prevenir e não cair em práticas de má fé como essas?

Separamos aqui algumas dicas que podem ajudar seus colaboradores a não caírem em golpes assim. 

1- Criação de boas práticas de utilização de e-mail corporativo 

Utilizar um meio de conscientização para todos os colaboradores é de extrema importância, pois nem todos possuem um certo conhecimento para distinguir um e-mail malicioso de um totalmente comum. 

Sem falar que alguns podem ter dificuldades para utilizar a ferramenta de e-mail disponibilizada pela corporação. 

Criar um manual de boas práticas certamente irá ajudar na conscientização da utilização da caixa de e-mail e até mesmo poderá dar um norte de como o colaborador pode usar e entender melhor a ferramenta.

2-  Verificar fontes antes de abrir um e-mail duvidoso

Uma das práticas mais utilizadas por cibercriminosos para conseguir acesso a dados da empresa, são através dos famosos arquivos anexados ao e-mail.

Ao baixar um determinado arquivo em qualquer máquina dentro do ambiente da empresa, irá acarretar pequenos, médios e até mesmo grandes problemas para a rede do local.

3 – Filtros Antispam

O trabalho de softwares como esse é fazer uma análise constante sempre que um e-mail não confiável é enviado. Ferramenta de ajuda indispensável em muitas empresas e que de certa forma ajuda a manter a rede local mais segura.

Além dessas 3 dicas, recomendamos que periodicamente sejam realizados backups de dados e informações importantes, para que em caso de invasão e até mesmo motivos piores devido a um e-mail como esse, a rede corporativa não sofra impactos graves e que possa trazer custos elevados para soluciona-los.

Caso necessite de uma empresa para ajudar a preparar a segurança da informação de sua empresa, conte com a Wine Tecnologia.

Temos profissionais qualificados prontos para atuar e deixar a rede da sua empresa mais segura.